Tecnologia e Métodos de Gestão de Pessoas

Benefícios da automação dos processos de RH

Tecnologia + RH = O futuro mais prático, funcional e produtivo para as empresas, ou seja, tudo o que você precisa. Quer entender mais? Leia aqui!
Tempo de leitura 9 min

O avanço tecnológico tem transformado o mundo em uma velocidade e intensidade jamais observadas antes na nossa história. Em diversas áreas corporativas, o trabalho já não lembra mais em nada a forma que era realizado há 10 ou até 5 anos.

A automação de processos substitui a necessidade de interferência humana. E na gestão de pessoas, não é diferente, a automação no RH cada vez mais fará parte do nosso dia a dia.

Por outro lado, os processos operacionais consomem grande parete do tempo dos profissionais de RH. Nesse sentido, a automação desses processos possibilita que o RH trabalhe de forma mais estratégica, atuando como parceiro estratégico da empresa.

Confira neste artigo algumas vantagens da automação e descubra por que o investimento em um software de gestão de pessoas é fundamental para dar suporte a essa iniciativa!

Como a inovação está impactando o universo corporativo?

A inovação é um impulsionador essencial do progresso econômico que beneficia os consumidores, as empresas e a economia como um todo. A tecnologia da informação transformou a maneira como as empresas trabalham e vendem seus produtos e serviços, abrindo novos mercados e modelos de negócios completamente diferentes do que conhecíamos até pouco tempo.

Antes, por exemplo, precisávamos ir aos pontos de venda físicos para consumir. Hoje acessamos via e-commerce ou aplicativos e recebemos os produtos em casa. Ou seja, a chamada Quarta Revolução Industrial está fazendo com que o mundo corporativo se prepare melhor para processos de ruptura, em que as mudanças não mais acontecem de forma progressiva e sim por meio de grandes alterações em curtíssimos espaços de tempo.

Além de alterar o modo como as pessoas compram e acessam serviços, as inovações também estão gerando impactos profundos nas diversas áreas de negócios, como logística, suprimentos, marketing, e assim por diante. Tudo está se transformando em virtude das inovações e o RH também é uma das áreas que está sendo impactada.

Quer saber por quê? Continue a leitura!

Quais transformações a tecnologia tem promovido na gestão de pessoas?

A gestão de recursos humanos é uma parte essencial na gestão de qualquer empresa. Seja na esfera da administração de pessoal, envolvendo a folha de pagamento, rotinas trabalhistas, obrigações legais, seja na esfera estratégica nos processos de seleção e contratação de talentos, nas ações de treinamento e desenvolvimento ou gestão de desempenho: O RH é uma parte vital no sistema organizacional.

Embora a tecnologia avance a passos largos, muitas organizações ainda mantém as atividades de gestão de pessoas de uma forma altamente manual. Entretanto, podemos observar que a automação está invadindo cada vez mais o espaço de RH e, muito em breve, a melhor decisão será a de automatizar tudo o que for possível. Afinal, as equipes atuais de gestão de pessoas terão que se adaptar a essas mudanças ou serão deixadas para trás.

Veja algumas das principais tendências nesse sentido:

Processos automatizados

A automação dos processos visa melhorar a eficiência da área de RH, liberando as pessoas de tarefas manuais repetitivas e permitindo que elas se concentrem em tarefas complexas, como por exemplo tomada de decisões e elaboração de estratégias.

Nesse sentido, ao automatizar atividades que são padronizadas e repetitivas, as organizações podem reduzir o custo e o tempo gasto no processamento manual.

Gestão estratégica

A automação, que já domina fortemente o campo da administração de pessoal, está chegando à gestão estratégica de recursos humanos. Uma das grandes tendências é a gestão baseada em dados, ou People Analytics.

Isto é, o registro eficiente de dados pode gerar um número gigantesco de combinação de informações, criando inúmeros campos de análises. Dessa forma, a tecnologia possibilita a identificação dos melhores talentos, reduzindo significativamente os riscos de erros comuns nas decisões baseadas apenas em opiniões. Vamos ver alguns exemplos de como a automação segue avançando na parte estratégica do RH.

Recrutamento e Seleção

Os processos de recrutamento e seleção ganharam agillidade. Se antes o recrutador passava dias, semanas, triando currículos, hoje, softwares especializados fazem esse trabalho em segundos. Além da triagem de currículos a tecnologia agiliza a aplicação e correção de testes e fornecem dados e informações para facilitar a aálise e a tomada de decisão dos selecionadores.

Treinamento e desenvolvimento

A tecnologia possibilita a formatação mais eficaz dos programas de desenvolvimento a ponto de permitir a mensuração do retorno do investimento da empresa nesses programas. Os processos de aprendizagem podem ser monitorados de uma maneira bem mais simples. Isso porque a automação garante o acompanhamento do progresso de cada colaborador, possibilitando a análise objetiva da efetividade dos programas de treinamento. Por esse motivo, através da automação, os gestores de RH conseguem mensurar de uma forma muito melhor a efetividade das ações implementadas. Principalmente se o sistema de gestão de treinamentos e ações de desenvolvimento estiver conectado ao sistema de avaliação de desempenho.

Avaliação de desempenho

A automação dos processos de avaliação de desempenho abre caminho para maior efetividade desse subsistema tão criticado pela subjetividade típica das tradicionais avaliações anuais. Possibilitam o registro cotidiano de informaçoes sobre o desempenho dos colaboradores, sobre as forças e deficiências de competências. Com um bom sistema de avaliação de desempenho, o RH terá uma base rica e consistente de informações para planos e decisões como:

  • Decisões de promoção,
  • Decisões de aumentos salariais,
  • Decisões de desligamentos,
  • Decisões e planos de bônus, premiações, PLR,
  • Planos de treinamento e desenvolvimento,
  • Planos de sucessão,
  • E outras ações de gestão de pessoas.

Custo-benefício

A automação dos processos de RH elimina tarefas, reduz bastante a quantidade de problemas, fazendo com que os custos do investimento em tecnologia sejam bastante compensadores.

As empresas podem otimizar os processos de RH, liberando tempo para que o RH foque em análises e ações estratégicas que potencialize o desenvolvimento e a alta performance das pessoas.

Com o passar do tempo, as economias geradas pelo melhor aproveitamento dos recursos serão amplamente percebidas.

O que procurar em um sistema de avaliação de desempenho

Os bons sistemas de avaliação de desempenho possibilitam

O alinhamento dos itens avaliados (desempenhos e competências) com os cargos e os processos de cada área da estrutura organizacional.

Gere relatórios capazes de orientar os planos e decisões de gestão de pessoas, como: decisões de promoção, de aumentos salariais, decisões de bônus, premiações, PLR, e outras decisões baseadas na meritocracia. Além disso, deve evidenciar as deficiências de competências que impactam o desempenho dos colaboradores para orientar os planos de treinamento e desenvolvimento.

Um bom sistema deve também facilitar as ações da liderança, principalmente no fornecimento de feedbacks contínuos, pontuais, no momento em que um fato ou situação demandar. Além de estimular o registro dos feedbacks, que forma outra base de dados importante para o RH.

Dessa forma as orientações serão mais efetivas para a promoção do desenvolvimento das equipes.

O registro das avaliações dos desempenhos e competências, dos feedbacks e orientações, dos PDIs recomendados geram dados de importância crítica para fundamentar as decisões de Gestão de Pessoas

Outro ponto importante é trazer o colaborador para dentro desse processo.

O sistema permite que os colaboradores tenham acesso às informações sobre sua performance, seus feedbacks, seus PDIs, e aos registros da sua trajetória na empresa. Com isso, o processo se torna muito mais transparente, envolvente e participativo. Isso possibilita uma experiência mais rica e uma gestão mais objetiva, onde a participação dos colaboradores no seu próprio aprimoramento é real. Com isso, vão se sentir mais comprometidos e confiarão mais na empresa.

A automação do processo de Avaliação de Desempenho pode sustentar o monitoramento e estimular o alcance de metas. Além do que, pode facilitar muito o planejamento e a gestão de carreiras. Com isso, o RH será capaz de garantir reconhecimento e recompensas adequadas aos profissionais de alto desempenho.

Uma opção para automação da Gestão de Desempenho 

O sistema de gestão de desempenho e competências da Cohros é uma excelente opção para a gestão efetiva da performance dos colaboradores . Possibilita elaborar e gerenciar planos de desenvolvimento individuais (PDI). Além disso estimula a prática do feedbacks contínuo diretamente na plataforma.

As lideranças identificam um desempenho deficiente e o sistema facilita a identificação causa. Com frequência, a causa está na deficiência de um conhecimento, habilidade, atitude ou comportamento. Identificando a causa, o gestor deve registrar no sistema. A partir desses registros, o sistema gera informações (people anaytics) para orientar planos e decisões de RH.

Ao utilizar o Sistema Cohros, você poderá contar com uma base de informações e relatórios que orientam as decisões de promoção, reconhecimentos, bônus, PLR, desligamentos, aumentos de salários.

Os relatórios gerados pelo sistema também orientam ações de desenvolvimento, PDIs, planos de sucessão e gestão de carreira. Permitem identificar profissionais que precisam passar por algum tipo de capacitação. Facilita a construção de programas de treinamentos específicos com base no mapa de deficiências. Além disso estabelece as trilhas de carreira para embasar planos de sucessão e desenvolvimento de lideranças.

Por que investir em um software?

Para aproveitar todos esses benefícios promovidos pelos avanços tecnológicos, investir em um sistema que seja adequado às demandas de sua empresa é fundamental.

Essa medida vai possibilitar a substituição de tarefas manuais e repetitivas, como é o controle de ponto e o cálculo de rescisões trabalhistas. Também vão ganhar eficiência os processos mais estratégicos que dependem da automação para o levantamento de dados!

Otimizar, antes de automatizar

Por fim, uma coisa importante a se considerar é a necessidade de otimizar os processos de RH para que a automação seja mais eficiente! Assim poderá, de fato, trazer ganhos de tempo e produtividade para a empresa.

E aí, você já sentiu algum desses impactos e a necessidade de inovação no seu RH? Entre em contato conosco para saber mais sobre o assunto e aproveite todos os benefícios que a automação no RH pode trazer para a sua empresa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe