Competências

Liderança na era da Transformação Digital: seleção, desenvolvimento e avaliação de líderes

agosto 17, 2019
Tempo de leitura 6 min

Porque as liderança precisam ser alinhadas às demandas do mundo atual?

Vivemos a era da transformação digital. Um contexto V.U.C.A – volátil, incerto, complexo e ambíguo. Tudo evolui muito rápido! Tudo muda muito rápido e o mundo corporativo é diretamente afetado por tudo isso. Nesse cenário, o papel da liderança frente às equipes é de crucial importância!

A complexidade da era da transformação digital

A tecnologia continua avançando e revolucionando hábitos e costumes, encurtando distâncias, acelerando processos. Cargos e profissões são extintos, dando espaço para novos cargos e novas profissões nunca antes imaginadas. Novas gerações vão entrando no mundo corporativo com perfis diferentes, mais questionadores, mais participativos, que valorizam mais os propósitos e a qualidade de vida.

Uma nova safra de empreendedores vem criando empresas inovadoras e disruptivas, sacudindo segmentos inteiros de negócios, mudando a forma que as pessoas consomem produtos e serviços! Exemplos? Airbnb, Uber, Netflix, Nubank, Ifood… Uffa! É um mundo diferente mesmo!

Um novo perfil de liderança

Em todo esse contexto, é impossível não perceber que junto com as novas gerações e a nova safra de empreendedores, um novo jeito de fazer Gestão de Pessoas vem tomando corpo. Junto com isso, um novo perfil de competências de liderança é requerido!

Se em um cenário menos complexo e mais previsível o desenvolvimento das competências da liderança já era importante, agora é imprescindível! Pois um novo perfil de líder é demandado dos profissionais que ocupam essa posição.

Radar do perfil de competências de liderança

Venho acompanhando e estudando a evolução das competências requeridas dos profissionais no mundo corporativo há vários anos. Os resultados desses estudos, relacionados à competências de liderança estão neste radar:

Radar das Competências de Liderança Cohros
Ao final deste artigo, você encontrará o link para o E-Book que traz
o detalhamento de cada uma dessas competências.

O líder precisa sentir que o seu trabalho, ou a área sob sua responsabilidade é o seu próprio negócio. Não se trata, no entanto, de uma propriedade possessiva que leva à criação de guetos corporativos! Mas um senso de propriedade combinado com um pensamento sistêmico! As barreiras entre as áreas e equipes, típicas das empresas tradicionais não cabem mais no contexto atual.

O líder em relação à equipe liderada

O perfil do líder no mundo v.u.c.a. requer a capacidade de formar equipe! Isso implica em saber lidar com a diversidade. Significa ter habilidade de integrar diferentes perfis para formar um time de alta performance. Além disso é preciso estimular o desenvolvimento dos liderados!

Dessa forma, será capaz de conduzir a equipe na execução da estratégia e ao alcance de resultados, contribuindo com os resultados organizacionais. O cenário atual demanda ainda agilidade na busca de soluções e tomadas de decisão. Demanda habilidade de identificar necessidades de mudança, promovendo a adaptação da equipe a novos contextos.

Alinhamento dos processos de recrutamento e seleção de líderes

Os processos de recrutamento e seleção de profissionais para ocupar a posição de liderança devem ser adaptados a esse novo perfil. Por isso, novas ferramentas, novas técnicas e recursos de avaliação e análise de candidatos devem ser adotados.

Esse cuidado vale também para o recrutamento interno! Na verdade, o ideal seria a empresa se preocupar em identificar profissionais com potencial de liderança e atuar na formação de líderes. Com essa medida, não seria necessário trazer seus líderes de fora. Mas, como se sabe, pouquíssimas empresas fazem isso.

Alinhamento do processo de avaliação de desempenho da liderança

Esse novo perfil da liderança deve ser cultivado pelas organizações. Isso envolve a conscientização de todos os profissionais gestores de equipes! Eles precisam reconhecer a importância de desenvolver essas competências. E mais que isso! Não precisam desenvolver apenas por desenvolver. Eles precisam ter consciência de que essas competências vão facilitar suas vidas no dia a dia com a equipe liderada!

Além disso, essas competências devem ser monitoradas por meio da avaliação de desempenho, em todas as todas as etapas do processo de gestão! Em todo o processo de Gestão de Pessoas!

Alinhamento dos processos de desenvolvimento de líderes

Os programas de formação e desenvolvimento de líderes devem ser revistos. Novas disciplinas, novos conteúdos devem ser incorporados para a formação desse novo perfil. Além disso, é preciso considerar as 3 dimensões das competências para adotar recursos didáticos adequados.

Também é recomendável pesquisar as tendências em treinamento e desenvolvimento. Nesse sentido, tem muita coisa nova no mercado. Novos recursos didáticos precisam ser incorporados, principalmente considerando as inovações tecnológicas e novos métodos para promover a aprendizagem.
Identificar profissionais com perfil de liderança no próprio quadro de colaboradores e investir no seu desenvolvimento é, sem dúvida uma ação estratégica.

O papel do RH

Nos três pontos abordados aqui – seleção, desenvolvimento e avaliação das competências de liderança – o papel do RH é essencial e envolve:

  • Os cuidados na seleção, com recursos adequados para a identificação de candidatos com perfis alinhados à cultura e ao papel da liderança na empresa.
  • A adoção de técnicas adequadas e programas eficazes de desenvolvimento que realmente formem líderes alinhados à cultura da empresa e às demandas do negócio.
  • Processos de avaliação que sejam capazes de educar e formar lideranças efetivas! Que evidenciem e reconheçam as lideranças que servirão de exemplo para a formação de novas gerações de líderes na organização.

Neste artigo procurei dar uma ideia geral sobre a demanda de um perfil de liderança que deve ser considerado nos processos de seleção, avaliação e desenvolvimento de líderes.

BAIXE AQUI O E-BOOK “COMPETÊNCIAS DA LIDERANÇA NA ERA DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL”

Este E-BOOK traz as competências requeridas dos profissionais para ocupar essa posição nos dias atuais, incluindo o conceito de cada uma para que você possa usar na atualização das competências da liderança na sua empresa para atualizar seu processo de avaliação e incorporar nos processos de seleção e desenvolvimento de liderança.

Denise Lustri

CEO da Cohros – Tecnologia e Métodos de Gestão de Pessoas.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário