Sem categoria

Tendências RH 2020 – Peolpe Analytics

janeiro 23, 2020
Tempo de leitura 5 min

O People Analytics segue firme nas Top Trends do RH! Para quem não sabe o que é people analytics, é a geração, organização e análise de dados aplicada à Gestão de Pessoas. Porém, embora seja uma das grandes tendências há obstáculos importantes que precisam ser superados para avançar nesse campo.

O que é People Analytics

O people analytics, ou a análise de dados em Gestão de pessoas, é uma prática que vem crescendo há alguns anos. Porém, a maior parte das empresas ainda está engatinhando nesse processo. Quem ainda não começou a trilhar esse caminho, quem não está pensando nisso tá perdendo tempo. Sabe porque? Porque a análise de dados é uma prática muito importante em Gestão de Pessoas. Trata-se de um recurso que possibilita tomadas de decisões mais objetivas.

People analytics é a base da meritocracia

Com uma boa base de analytics, você pode definir critérios mais fundamentados para orientar os planos e decisões de RH. Dessa forma, as ações de gestão de pessoas serão muito mais fundamentadas. Em outras palavras, terão muito mais chances de sucesso! O People Analytics pode orientar a adoção políticas e práticas de RH mais adequadas para gerar impactos positivos nos resultados das empresas e valorizar as práticas do RH. Vejamos a seguir, alguns exemplos das vantagens que o people analytics pode trazer para o RH, para a empresa e para as pessoas.

Vantagens de contar com people analytics

O people analytics possibilita decidir promoções, aumentos salariais de forma mais justa e objetiva, pois evidencia o potencial de competências e os melhores desempenhos dos colaboradores.

Como forma uma base de dados mais consistente, o people analytics poderá orientar o planejamento de ações de desenvolvimento. Pela análise de dados, você pode identificar quais treinamentos tiveram mais impacto na melhoria de indicadores de desempenho. Dessa forma, poderá montar um plano mais eficaz de ações de desenvolvimento. O People Analytics pode evidenciar, por exemplo, qual o impacto de um determinado treinamento sobre o índice de devolução de produtos. Ou o quanto uma determinada ação de melhoria de clima impactou no índice de turnover. Ou o índice de melhoria que um treinamento trouxe para um determinado desempenho.

Uma boa base de dados também pode facilitar a identificação de profissionais com melhor perfil para produzir determinados resultados em uma determinada posição. Em estágios mais avançados o uso do people analytics possibilita a realização de previsões e planejamento de cenários futuros.

Benefícios para as empresas e para as pessoas

Todos esses benefícios do uso do People Analytics estão na perspectiva organizacional. Mas há fortes sinais de que essa tendência cresce também numa outra perspectiva: a perspectiva das pessoas. O People Analytics pode e deve ajudar também os colaboradores. Vamos ver um exemplo:

De um lado, o colaborador quer crescer na carreira. Por isso se interessa pelas oportunidades que se encaixam nos seus desejos de crescimento profissional dentro da organização! De outro lado, a organização precisa contar o máximo possível com seus talentos internos nas posições mais críticas e estratégicas. O uso do People Analytics, possibilita fazer combinações entre os perfis ideais de colaboradores para as oportunidades de vagas internas. Dessa forma, sempre que houver uma vaga interna, os colaboradores que possuem o perfil adequado e ambições que se encaixam na posição, receberão uma notificação da vaga aberta.

Estágio do uso do people analytics

Como pudemos ver, o people analytics pode trazer muitos benefícios, tornando a gestão de pessoas mais objetiva e mais justa. Porém, embora o uso de dados, ou do People Analytics, seja cada vez mais frequente nas organizações, pesquisas indicam que na prática, a evolução desse recurso caminha a passos bem mais lentos. Segundo pesquisa da PwC, apenas 17% das empresas utilizam informações de people analytics para tomar decisões estratégicas e planejar o futuro.

Obstáculos aos avanços do people analytics

Estudos da PwC identificaram também que os principais obstáculos que atrasam o avanço do uso do people analytics são: a) a dificuldade de correlacionar os indicadores e dados com os objetivos e estratégias organziacionais e b) a falta de preparo das lideranças para lidar com dados.

Eu arrisco a ir além. Pois muitos sinais indicam que há outros obstáculos ao avanço do uso do people analytics. E sabido que mensuração e registro de dados não é o forte do RH. Pelo contrário, é um obstáculo que precisa ser superado! No entanto, a origem da deficiência também está na empresa. Está relacionada à falta de cultura de mensuração e registro de dados. Essa cultura não faz parte da realidade de um grande número de empresas!

Evidência da eficácia do people analytics

Por outro lado, as poucas empresas que adotaram essa prática mostram que ela é eficaz. O    Google é um precursor no uso do people analytics e prova que ele funciona muito bem! Na equipe de RH do Google tem matemáticos e estatísticos, pessoas ligadas à área de exatas, atuando lado a lado com psicólogos e administradores.

Um ponto importante a considerar é a necessidade de equilíbrio entre a análise de dados e a intuição, dentro do conceito do RH Holístico. A intuição complementa a análise de dados e humaniza a ação ou a decisão. 

De qualquer forma, mesmo que ainda não seja uma prática amplamente difundida, o People Analytics já provou ser um forte aliado do RH estratégico e ganha vantagem competitiva quem sair na frente!



Denise Lustri – CEO da Cohros



Powered by Rock Convert

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário