Tecnologia e Métodos de Gestão de Pessoas

Avaliação de Desempenho: 8 pontos que o RH precisa saber

Quando bem estruturada, a Avaliação de Desempenho é uma ferramenta estratégica de gestão de pessoas. Por isso, separamos nesse artigo 8 coisas que todo profissional de RH deve saber para usar essa ferramenta de forma eficaz.
Tempo de leitura 8 min

As empresas buscam constantemente maneiras de se manter competitivas e garantir seu crescimento. E para isso, um dos elementos cruciais é o desempenho de seus colaboradores. Afinal, são as pessoas que fazem as coisas acontecerem em uma empresa.

Por isso, é importante que os profissionais de RH entendam a importância da avaliação de desempenho e de competências para garantir resultados efetivos.

Precisa implantar esse processo na sua empresa? Abaixo listamos oito coisas essenciais que todo profissional de RH precisa saber antes de implantar a Avaliação de Desempenho.

A diferença entre competências e desempenho

Competências são conhecimentos, habilidades e comportamentos que permitem que um colaborador realize uma tarefa de maneira eficiente e efetiva. Ao avaliar as competências de seus colaboradores, as empresas podem identificar seus pontos fortes e fracos e fornecer o treinamento necessário para melhorar o desempenho.

No entanto, vale lembrar que competências não garantem bons desempenhos. Por mais qualificado que seja um colaborador, ele pode não ter sucesso, se não aplicar suas competências para apresentar o desempenho esperado dele. Por isso é preciso monitorar o desempenho e orientar os colaboradores na sua performance e no seu desenvolvimento. Além, é claro, de manter um ambiente positivo que estimule o engajamento e a produtividade das pessoas. 

Qual é a importância da Avaliação de Desempenho?

A avaliação de desempenho é uma ferramenta importante para avaliar resultados e para orientar as pessoas. É através dela que as empresas podem medir o desempenho individual de seus colaboradores, ajudando a identificar problemas e estabelecer metas. A avaliação de desempenho também pode ser usada para identificar a contribuição de um colaborador para os resultados da empresa e, portanto, para orientar as decisões de remuneração e evolução de carreira.

No entanto, a avaliação de desempenho deve estar conectada à avaliação de competências. Isso porque as competências são os meios pelos quais os colaboradores alcançam resultados. Um colaborador com habilidades insuficientes em determinada área pode ter um desempenho abaixo do esperado, mas a avaliação de desempenho sozinha não ajudará a identificar a causa do problema.

Por isso, é importante avaliar as competências de um colaborador para determinar se ele está trabalhando em um ambiente adequado e se recebe o suporte necessário para executar suas tarefas.
O monitoramento do desempenho e a avaliação de competências devem ocorrer de forma contínua. Assim, os colaboradores podem receber feedback constante sobre sua performance, seus conhecimentos, habilidades e comportamentos.

Como estruturar um processo de Avaliação de Desempenho?

O profissional de RH que quer se diferenciar e ser um parceiro do negócio precisa estruturar processos de avaliação que conectem pessoas e competências a processos e resultados. A avaliação de desempenho deve estar conectada à avaliação de competências para que os colaboradores possam melhorar seus desempenhos e contribuir ainda mais para os resultados da empresa.

Além disso, é importante que o profissional de RH esteja em sintonia com os objetivos organizacionais. Isso significa que ele deve conhecer os indicadores de desempenho da empresa e entender como eles se relacionam com as competências de seus colaboradores. Para se aprofundar nos detalhes da estruturação de um processo de avaliação de desempenho eficaz, acesse o nosso guia completo e gratuito abaixo.

Guia Avaliação de Desempenho

Com essa compreensão, o RH pode estruturar programas de treinamento e desenvolvimento adequados para seus colaboradores, a fim de melhorar suas competências e aumentar seus desempenhos. Avaliar o desempenho e as competências dos colaboradores é um processo importante para as empresas que desejam sobreviver e crescer.

Para estruturar um processo de avaliação de desempenho estratégico para a empresa, o profissional de RH precisa considerar oito pontos importantes. Além disso, ele deve ter em mente que a avaliação de desempenho é um processo complexo e que deve ser conduzido de maneira cuidadosa e bem planejada.

1. As empresas precisam de resultados para sobreviver e crescer

O primeiro ponto é que as empresas precisam de resultados para sobreviver e crescer. Para isso, é preciso ter em mente que os colaboradores são a base de uma empresa e são eles que geram os resultados que a empresa precisa.

Portanto, a avaliação de desempenho é uma ferramenta importante para garantir que os colaboradores estejam gerando os resultados necessários para a empresa.

2.  Competências não garantem bons desempenhos

O segundo ponto é entender que as competências das pessoas indicam maior probabilidade de um bom desempenho, mas não garantem bons desempenhos. As competências são meios ou recursos que as pessoas usam para ter um bom desempenho e gerar resultados que vão contribuir para os resultados das empresas.

Portanto, é preciso avaliar tanto as competências como o desempenho para entender se os colaboradores estão gerando os resultados necessários.

3. Avaliação de Desempenho e Avaliação de Competências são coisas diferentes

O terceiro ponto é ter clareza de que a avaliação de desempenho se refere a entregas e resultados, enquanto a avaliação de competências tem como foco os conhecimentos, habilidades e comportamentos.

Por isso, a avaliação de desempenho deve ser baseada em indicadores que estejam alinhados com os objetivos da empresa e que possam ser medidos de forma objetiva. E a avaliação de competências deve considerar a relação entre as competências avaliadas e os desempenhos que elas afetam.

4. Avaliação de Desempenho e Avaliação de Competências se complementam

O quarto ponto é entender que a avaliação de desempenho e a avaliação de competências se complementam, porque as pessoas precisam das suas competências para executar seu trabalho e gerar resultados.

Por isso, é importante avaliar as competências dos colaboradores para entender se eles têm as habilidades necessárias para apresentar um bom desempenho e gerar os resultados esperados.

5. O processo de Avaliação precisa estar alinhado com a estratégia da empresa

O quinto ponto é entender que o profissional de RH, que quer se diferenciar e ter sucesso como parceiro do negócio, precisa estruturar processos de avaliação que conectem pessoas e competências a processos e resultados.

Para isso, é importante que o processo de avaliação esteja alinhado com a estratégia da empresa e com os objetivos organizacionais. Além disso, é preciso definir claramente os critérios de avaliação, além dos indicadores de desempenho e das competências que serão avaliadas.

6. O processo de Avaliação deve ser objetivo e transparente

O sexto ponto é estruturar o processo de avaliação para ser objetivo e transparente, para garantir a confiança dos colaboradores. Por isso, é importante que cada colaborador seja orientado sobre as suas funções e responsabilidades, sobre os desempenhos esperados e as competências requeridas para executar o seu trabalho e ter um bom desempenho.

Além disso, o RH deve cuidar para que os critérios de avaliação estejam claros para todos os envolvidos: gestores e colaboradores. Uma coisa que ajuda na promoção do entendimento dos envolvidos e as pessoas tenham a oportunidade de dar feedback sobre o processo.

7. Avaliar desempenho é essencial para promover a melhoria de performance dos colaboradores

O sétimo ponto é promover o entendimento que a avaliação é uma das ferramentas mais estratégicas da gestão de pessoas. Isso porque ela ajuda a promover o desenvolvimento e a melhoria da performance dos colaboradores. Por isso, é importante que os resultados da avaliação sejam confiáveis e que sejam discutidos com os avaliados, de forma construtiva.

Assim o RH poderá definir planos de ação mais eficazes e tomar decisões de gestão de pessoas mais justas e objetivas. Em resumo, é preciso que os resultados das avaliações sejam consistentes para orientar planos de ação para que as pessoas possam desenvolver suas competências e melhorar seu desempenho. 

8. Avaliação de Desempenho é um processo contínuo

Por fim, o oitavo ponto é entender que o processo de avaliação de desempenho não deve ser visto como um evento isolado, mas sim como parte de um processo contínuo de desenvolvimento e melhoria do desempenho das pessoas e, consequentemente, do desempeno organizacional.

E tudo isso você pode fazer dentro da Plataforma Cohros de Gestão de Pessoas, construindo base de informações para orientar todos os planos, ações e decisões de gestão de pessoas em um só lugar! Quer conhecer a plataforma? Clique no botão abaixo para conversar com um dos nossos especialistas e agendar uma demonstração.

Agende uma demonstração da Plataforma Cohros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe